Categorias
Blog do Ilgo

Grenal termina com sabor amargo para o Grêmio

O empate por 1 a1 neste sábado, na Arena, tem o sabor, aroma e textura de uma derrota dolorida. O Grêmio manteve a sequência de invencibilidade – agora são 11 jogos sem perder para seu rival -, mas e daí?

O Grêmio precisava, e precisa muito, começar a vencer, a somar pontos para ainda manter a esperança de disputar o título do Brasileirão. No futuro vai ser bom lembrar desse período de hegemonia, mas o que interessa hoje é a ponta de cima da tabela, objetivo que parece cada vez mais distante.

Pior de tudo é a maneira como o Grêmio deixou de somar três pontos. Aos 7 minutos, Pepê tabelou com Diego Souza e encobriu com muita categoria o goleiro Lomba. O Grêmio passou a buscar o segundo gol, mas sem a volúpia que eu esperava.

O tricolor, que tinha o controle da partida, e ainda contou com a expulsão de Musto, que andava comportado no jogo. Mas ele é tipo escorpião, fazer faltas e cometer agressões são da sua natureza. Sobrou para o rosto de Diego Souza. O VAR não deixou escapar.

Tudo se encaminhava para uma vitória. Até que Bruno Cortêz passou a assumir o protagonismo no jogo. Aos 27 minutos, ele tocou com a mão na bola dentro da área. O VAR viu. Gallardo bateu e converteu o pênalti.

Mas o Grêmio ainda tinha um jogador a mais. Foi por pouco tempo, porque Cortêz assumiu de vereda o centro das atenções ao cometer uma falta estúpida, não compatível com sua experiência. Foi punido com o segundo cartão amarelo, seguido do vermelho.

O Grêmio ainda teve chance de fazer 2 a 1, mas o jogo ficou mesmo no empate, com o Grêmio perto da zona de rebaixamento e o Inter na ponta de cima, mesmo jogando esse futebol pobre de talento e criatividade.

O técnico Renato Portaluppi deu sua contribuição para que o Grêmio não vencesse e ficasse esse sabor amargo. Sacou Alisson e colocou Robinho. Alisson fazia excelente partida, mas estava desgastado. Poderia ter entrado Luiz Fernando. Não sei se adiantaria alguma coisa, mas ao menos é um jogador de velocidade, que joga pelos flancos e tem vitalidade para fazer a função de Alisson.

Na quarta-feira, 19h15, o GRêmio recebe o Coritiba. Se não somar 3 pontos é bom esquecer a ponta de cima da tabela de classificação e jogar para ficar numa posição honrosa.