Categorias
Blog do Ilgo

Renato manda presente para Bolsonaro e aumenta a ira dos seus críticos

Que o Renato gosta de uma encrenca não há dúvida. Precisava correr na areia do Leblon em plena pandemia, sabendo que seria alvo de abelhudos? Isso que dias antes havia anunciado seu apoio irrestrito ao presidente da República.

Bem, o que tem de gente hoje que quer a cabeça do técnico gremista também por esse posicionamento é impressionante. A secação vai aumentar por conta desse mimo que Renato enviou ao presidente Jair Bolsonaro: a nova camisa do Grêmio, personalizada.

Secam Renato e, por tabela, secam o Grêmio. Não importa se o resultado da secação pode prejudicar o clube, o que vale é secar ‘esse apoiador do Bozo…’.

E secar o próprio Bolsonaro, claro, mesmo que isso ajude a afundar o país ainda mais. Não entro no mérito da questão. Eu torço pelo Grêmio e pelo Brasil. Quero um Grêmio sempre campeão, do Brasileiro, da Copa do Brasil, da Libertadores e do Mundo. E, acima de tudo, quero um país melhor para meus filhos e netos. Sei, estou querendo demais.

Mas é o que eu quero nesse tempo que me resta.

REFORÇOS

A movimentação dos empresários de futebol é intensa. Eles estão sempre agitados, querendo faturar. Estão na deles. E aí lançam nomes como osso no canil. Os da ‘hora’ (como cantavam os Mamonas) são Facundo e Churin. Os dois são camisa 9. Renato quer alguém para disputar com Diego Souza. Nem pensa em investir numa horta sem aipim. Ataque com mais mobilidade fica no sonho e no desejo do torcedor.

ROBINHO

Pelo jeito muita gente aqui faltou no meu curso de pós-graduação ‘Futebol: técnica e tática’. Quem analisa futebol deve sempre imaginar o que vai na cabeça do treinador. No caso de Renato, é notório que ele gosta de um time que rola a bola, troca passes e só arrisca um lance mais ousado quando as condições são muito favoráveis. Robinho se encaixa nesse tipo de jogo. Então, entre um Isaque e Robinho, ele fica com o segundo, pela experiência e pela característica. Mesmo que ao longo de sua carreira nunca tenha passado de um jogador médio, tipo nota 75,5, ou 8 em alguns momentos.

Então, antes de afirmaram que tal jogador é escalado por bruxismo, entrem em contato comigo que eu explico. De graça.