Categorias
Blog do Ilgo

Tetê esbanja talento. Mas não com a camisa do Grêmio

É difícil eu parar para assistir aos jogos do futebol europeu – me dá uma baita inveja. Mas hoje resolvei encarar porque soube no começo da tarde que Tetê, pedra em processo de lapidação, que deixou o Grêmio, há um ano e meio, porque tinha pressa. O clube, por outro lado, tem seu ritmo, que hoje eu diria que está mais pra uma ‘valsa dolente’.

Valeu a pena. Comecei a ver o jogo quando Shakhtar Donetsk vencia por 2 a 0, um resultado surpreendente porque era na casa do poderoso Real Madrid, e os ucranianos estavam desfalcados de meio time titular. Era uma gurizada contra os medalhões do time espanhol.

O Shakhtar acabou vencendo por 3 a 2, num jogo emocionante. E quem comandou a vitória foi o ex-Grêmio Tetê, por isso a mobilização da torcida tricolor nas redes sociais, xingando Renato e a direção por terem deixado escapar essa pedra preciosa. O clima ficou ainda mais tenso depois do jogo que apresentou Tetê para o mundo.

Tetê abriu o placa com um chute rasante, no canto direito. Depois, participou do lance do segundo gol. No terceiro, aos 41, ainda no primeiro tempo, Tetê deixou uma bola genial para Solomon mandar para a rede. O Real reagiu no segundo tempo com Movic, um golaço, e com Vinicius Jr, que entrou muito bem.

CONSOLO

Falta lenço para a choradeira e revolta dos gremistas mais inconformados, muitos usando o caso para atingir o presidente Romildo e o técnico Renato. Não serve como consolo, mas ameniza a dor da perda. O Grêmio ganhou, livre, 10 milhões de euros dos ucranianos (5 milhões ficaram com outras partes envolvidas). Se for vendido a partir de agora, o Grêmio tem direito a 15% da diferença entre o valor pago pelos ucranianos e o que será recebido no futuro negócio.

Fica o alerta. A clube precisa ficar esperto, porque os representantes dos jovens mais talentosos querem faturar logo. Não querem esperar que o treinador trate os diferenciados, que são pouquíssimos, da mesma forma que os jovens que constituem a grande maioria na boca do funil.

SP x GRÊMIO

Como estava previsto, o protesto do Grêmio foi devidamente arquivado pelo STJD. Não teria havido erro de direito. O Grêmio vai recorrer.

O importante é que o clube marcou território e mostrou que ninguém aqui é bobo.

Estamos de olho.