Guaraní, do Paraguai, é o adversário do Grêmio nas Oitavas da Libertadores

Equipes se enfrentaram na fase de grupos da competição em 2017

Na manhã desta sexta-feira (23), a CONMEBOL promoveu o sorteio dos confrontos das Oitavas de Final da Copa Libertadores. As equipes foram divididas em dois potes, um com os primeiros colocados e outro com os segundos. O Grêmio jogará sua vida na competição contra o Guaraní, do Paraguai.

Não é a primeira vez em que as duas equipes se enfrentam na competição. Em 2017, ano do Tri da América, o Grêmio enfrentou os paraguaios na fase de grupos, e venceu a partida na Arena por 4 a 1, e empatou o jogo no Paraguai em 1 a 1. O Tricolor tem a vantagem de decidir a vaga para as Quartas de Final em casa, por ter a melhor campanha.

O restante do chaveamento até a final, que acontecerá no Maracanã, é mais difícil que o primeiro adversário no mata-mata. Se passar pelo Guaraní, o Grêmio pode pegar o Santos ou a LDU nas Quartas, e Flamengo, Inter, Racing ou Boca nas Semifinais da competição. Os comandados de Renato Portaluppi estão há três temporadas consecutivas chegando ou nas semis ou na decisão.

O Guaraní é um time de tradição no Paraguai, mas não teve uma conquista expressiva no continente. Sua melhor participação na Libertadores foi em 2015, quando chegou até as semis, mas foi eliminado pelo River Plate, que acabou campeão do torneio. Em 2020, a equipe passou por três mata-matas antes da fase de grupos, passando por San José, Corinthians e Palestino.