Curado da Covid, Matheus Henrique fala sobre período afastado: “Foi difícil, fiquei sem fazer nada”

Matheus Henrique foi uma das surpresas na escalação do Grêmio na noite desta quinta-feira (29), no confronto com o Juventude, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O jogador, que estava afastado por ter contraído a Covid-19, falou sobre o período fora dos gramados para os repórteres à beira do campo. O volante se disse surpreso com o resultado por estar sem os sintomas característicos da doença, além de relatar como foi o período sem treinamentos.

— Primeiro que fui pego de surpresa com a Covid, mas no meu caso foi assintomático. Fui orientado pelos médicos diariamente. Não fiquei com meus companheiros. Fiquei 10 dias afastado. Tive acompanhameto diário, sabiam que o jogo hoje era importante. Foi difícil, fiquei sem fazer nada. Treinar em casa não é igual como no clube. Importante é a vitória, valorizar a vitória. É decisão. Não importa que foi na nossa casa, contra Juventude. Fomos os únicos mandante a vencer na Copa do Brasil. Um gostinho que poderia ter feito um resultado maior. Mas é um resultado bom. Vamos com confiança total na quinta, mas temos o Bragantino antes e queremos pontuar no Brasileiro  — afirmou.

Matheus é o quinto jogador do Tricolor a contrair a Covid. Cortez, Geromel, Kannemann e Everton também tiveram a doença, e tiveram que ficar afastados por pelo menos dez dias.