Maicon fala sobre polêmica no jogo contra o Bragantino: “Não é revolta com Renato”

Jogador pediu para ser substituído durante o confronto

Durante a vitória do Grêmio sobre o Bragantino, na noite de segunda, uma atitude gerou polêmica. Maicon, capitão do time, após uma saída de bola errada, pediu para ser substituído por Renato Portaluppi, e após sair para dar lugar a Lucas Silva, o jogador foi direto para os vestiários.

Nesta segunda-feira, porém, Maicon explicou o motivo da indignação, afirmando que não há nenhum atrito com o treinador, era somente uma revolta com o seu momento e do time, que é capaz de jogar em um nível maior. Além disso, reiterou a necessidade de deixar as coisas claras, para rechaçar a polêmica.

— Não é revolta com Renato, é comigo, com o momento do time, que temos condições de jogar melhor e não estamos jogando. Que estamos tentando fazer as coisas certas e não estamos conseguindo. Se não puder ter a minha maneira de reagir e achar, não sou maior que ninguém, maior que o clube, craque, mas tenho a minha personalidade e maneira de pensar, de esclarecer as coisas. As coisas tem que ser claras — afirmou o volante.

A saída de Maicon, no entanto, não foi a única polêmica da noite. Pepê, que também foi substituído em um momento crucial da partida, mostrou revolta ao ir para o banco de reservas. Renato deu a mesma explicação sobre a saída do capitão, mas decidiu não falar sobre a situação do atacante.