Renato celebra vantagem sobre o Cuiabá, mesmo que pequena: “Os jogos são difíceis”

Tricolor joga por um empate na próxima semana, em Porto Alegre

Jogando fora de casa, sob o calor de 34º do Mato Grosso, o Tricolor conseguiu bater o Cuiabá por 2 a 1, na ida das quartas de final da Copa do Brasil, e leva para Porto Alegre a chance de jogar por um empate para chegar às semifinais do torneio.

O jogo não foi simples. Os donos da casa, mesmo com sete desfalques, foram com tudo para o ataque. Mas a estratégia escolhida pelo treinador Renato Portaluppi deu resultado, e a equipe conseguiu parar a equipe mato-grossense na maior parte do tempo, e contou com uma boa atuação de Vanderlei quando a defesa era rompida.

Após o confronto, durante entrevista coletiva, Renato celebrou o resultado. Em Porto Alegre, pode colocar o Tricolor na terceira semifinal de Copa do Brasil nos últimos seis anos. O técnico afirmou que os jogos do mata-mata são difíceis, e que não existe mais “bobo” no futebol, ressaltando que tem uma “pequena grande vantagem” para o jogo da volta.

— No momento que tem uma decisão, qualquer tipo de vantagem que possa levar para casa é vantagem. Conseguimos uma vitória magra, mas uma vitória. Os jogos são difíceis. Tem vantagem de jogar pelo empate. Cuiabá eliminou o Botafogo. Não tem mais bobo. O Grêmio conseguiu a vantagem. É pequena, mas é uma pequena grande vantagem. Já passou? Claro que não — disse o treinador.

Na manhã desta quinta, o Tricolor aterriza em Porto Alegre para se preparar para o confronto com o Ceará, pela vigésima primeira rodada do Campeonato Brasileiro, neste sábado (14), às 17h, na Arena. Renato deverá utilizar um time misto no confronto.