Diego Souza decide, Grêmio vence Cuiabá por 2 a 0 e se classifica para as semifinais da Copa do Brasil

Tricolor chegou as oito vitórias consecutivas

O Grêmio chegou a sua oitava vitória consecutiva na tarde de hoje (18), ao vencer o Cuiabá por 2 a 0 e se classificar para as semifinais da Copa do Brasil pela terceira vez em cinco anos.

A vitória veio graças à grande atuação de Diego Souza, que marcou os dois gols do confronto e chegou a marca de 18 gols no ano, alcançando a marca de Lucas Barrios, que em 2017 foi o último centroavante a chegar nesses números.

Com o resultado, o Tricolor espera o vencedor do confronto entre Flamengo e São Paulo, que acontecerá nesta noite, para saber quem será o seu adversário nas semifinais do torneio, que devem acontecer no mês que vem.

Confira um resumo de como foi o confronto.

DIEGO SOUZA FAZ DOIS NA PRIMEIRA ETAPA E DECIDE O CONFRONTO

Os primeiros minutos de Grêmio e Cuiabá, na Arena, teve controle total dos donos da casa. O Tricolor pressionava e mantinha a posse de bola, mas só conseguiu chegar com perigo aos 9 minutos, justamente para abrir o placar do confronto. Diogo Barbosa encontrou Pepê do lado esquerdo, que cruzou para dentro da área. Diego Souza subiu mais que o zagueiro adversário para completar para o gol, ampliando a vantagem do Imortal: 1 a 0.

Três minutos depois, o Tricolor novamente chegou ao ataque com perigo. Darlan lançou Pepê pelo lado esquerdo, e o atacante cruzou mais uma vez na área. Depois de um bate-rebate, Diego Souza chutou sozinho, mas acabou errando o gol. Aos 25, o camisa 29 iria marcar o segundo dele no jogo, mas o árbitro assinalou impedimento na jogada. Mesma coisa aos 24, quando foi a vez de David Braz estar impedido.

Depois desta blitz tricolor, o jogo ficou morno. O Cuiabá precisaria de três gols para conseguir levar o confronto para os pênaltis, além de não ter conseguido finalizar durante a maior parte da primeira etapa. Aos 41, a situação piorou. Em contra-ataque fulminante, Pepê foi lançado na frente e invadiu a área, passando para Diego Souza que, sozinho, mandou para o fundo das redes e enterrou ainda mais os mato-grossenses: 2 a 0 para o Grêmio.

Antes do fim do primeiro tempo, o Tricolor ainda teve uma chance de ampliar o marcador, com Éverton, que pegou o rebote após um chute defendido por João Carlos, depois de mais um contra-ataque liderado por Pepê do lado esquerdo da defesa cuiabana.

TRICOLOR ADMINISTRA O RESULTADO EM SEGUNDO TEMPO MORNO E FICA COM A VAGA

Com o regulamento embaixo do braço, o Grêmio não precisou fazer muito esforço na segunda etapa. O Cuiabá, abatido pelo primeiro tempo arrasador dos donos da casa, também não oferecia muito perigo. Tanto que primeiro lance perigoso foi do Tricolor, com Jean Pyerre, que chutou colocado, da entrada da área, obrigando João Carlos a fazer bela defesa.

Os visitantes só conseguiram levar um mínimo perigo à defesa gremista aos 21 minutos, em jogada bem construída por Elvis e Hayner, mas que a zaga tricolor conseguiu afastar num primeiro momento, mas no rebote, Elvis tentou mandar para o gol, parando em Geromel. Três minutos depois, foi a vez do Grêmio, com Everton, que arriscou do lado direito da intermediária. João Carlos se esticou todo para espalmar.

Aos 33, o Tricolor trocou passes no meio campo e Darlan acionou Isaque, livre do lado direito. O camisa 46 enfiou a bola para Ferreira, que arriscou para o gol. João Carlos espalmou, e no rebote Pepê foi travado pela zaga com o gol livre, jogando para fora a chance de ampliar. Nenhum dos dois times ofereceu perigo à meta adversária após o lance do camisa 25, e o jogo ficou por isso mesmo.

Fim de partida: Grêmio 2 x 0 Cuiabá.