Renato afasta favoritismo do Rei de Copas: “Não tem jogo fácil”

Tricolor chegou a mais uma semifinal do torneio sob o comando do treinador

A terceira passagem de Renato Portaluppi pelo Grêmio é um caso raro de sucesso entre os treinadores no Brasil. O técnico chegou a sua quarta semifinal de Copa do Brasil em cinco anos, saindo vencedor da edição de 2016. Além disso, é a 17ª vez em que o clube disputa as semis do torneio, um recorde entre todos os clubes do País.

Renato, no entanto, tenta rechaçar o favoritismo do Rei de Copas. A equipe enfrentará o São Paulo nas semifinais, e terá o América Mineiro ou o Palmeiras como um possível adversário na decisão. Em entrevista coletiva, após a classificação conquistada com vitória diante do Cuiabá, o treinador ressaltou que é “muito cedo” para falar em título, mas exaltou a importância de estar em mais uma semi.

— Muito cedo ainda para falar de título, falta muita coisa. O mais importante é que o grupo conseguiu a classificação, era nosso objetivo. Carimbamos mais uma semifinal de Copa do Brasil — afirmou.

A fase de Renato e seus comandados é a melhor em muito tempo. São oito partidas consecutivas com vitória, um recorde da passagem do treinador por Porto Alegre. Nas próximas semanas, o desafio será maior, pois a equipe terá que manter a invencibilidade, já que terá pela frente o Guaraní, do Paraguai, pelas oitavas de final da Libertadores.