Categorias
Blog do Ilgo

Grêmio: agora foco total na Libertadores da América

Com Renato garantido até fevereiro, até para neutralizar a turma que defende a saída do técnico nas redes sociais, o Grêmio retoma o foco na Libertadores, a competição preferida por 9 entre 10 gremistas – na estimativa mais pessimista.

Enfrenta nesta quinta-feira , às 21h30, o Guarani, que não mete medo em ninguém, mas pelo fato de jogar no Defensores del Chaco, cenário de confrontos históricos, peleados, com muita pegada e árbitros, digamos, ‘paraguaios’.

O Defensores me assusta, me dá calafrios, quase tanto quanto La Bombonera. Qualquer jogo ali pode virar um duelo épico.

Posso estar exagerando, mas alguns jogos da Libertadores me deixaram traumatizado. Lembro de um jogo decisivo contra o Olimpia, com a arbitragem roubando sem pudor. Foi em 2002, na fase semifinal. O Olímpia foi campeão vencendo o São Caetano, na final. Era o centenário do clube paraguaio. Sempre desconfiei que foi tudo arranjado.

Então, quando o jogo é contra paraguaios, no habitat deles, sempre fico nervoso e preocupado. O Guarani, aparentemente, não vai exigir muito do Grêmio, que tem a vantagem de decidir na Arena.

Confio no Renato, tão apaixonado por Libertadores quanto a torcida. A Libertadores projeta seu campeão para o mundo. Eleva seu status. É por isso que hoje o Grêmio é o adversário brasileiro mais temido por nossos vizinhos. O Grêmio tem alma castelhana, como definiu Pedro Ernesto na década de 90.

Sobre o jogo contra o Guarani, que talvez não conte com seu goleador, o Bobadilla, penso que o Renato deveria começar com Orejuela, que tem mais vigor físico que o Victor Ferraz, que é o mais cotado segundo a imprensa. Orejuela tem ainda o idioma a ser favor. Os dois laterais se equivalem, mas na Libertadores qualquer detalhe pode ser decisivo, como ter mais jogadores que falam espanhol. Pena que Kanneman não possa jogar.

Na outra lateral, se fala no Cortêz, mas eu prefiro Diogo Barbosa, que aparece com mais qualidade na frente e trabalha melhor a bola.

No mais, fecho com o time ‘da imprensa’. O time teria para começar:

Vanderlei; Orejuela, Geromel, David Brás e Diogo; Matheus Henrique, Darlan e Jean Pyerre; Luiz Fernando, Diego Souza e Pepê.

É um time que tem condições de voltar com 3 pontos na bagagem. Desde que não se intimide no caldeirão do Defensores del Chaco. Felizmente não teremos torcida para pressionar a arbitragem.