Categorias
Blog do Ilgo

As borbulhas de fim de ano e o protegido time do SP

Ainda no embalo de borbulhas de espumantes baratas, deparo com uma notícia que não tem merecido – até onde meu radar alcançou – o devido destaque da mídia e das redes sociais.

O São Paulo não teve nenhum jogador contemplado com cartão vermelho na série A, e olha que o time do presidente da CBF bate pra valer, sem dó nem piedade, como já constataram da pior maneira os jogadores do Grêmio no duelo entre as duas equipes.

A informação foi trazida pelo parceiro Henrique Martins, a partir do site Planeta do Futebol.

Se eu fosse m ais paranoico do que já sou, eu diria que parece haver uma preocupação de preservar os jogadores do clube paulista, em especial o líder do time, Daniel Alves. Sempre que cito esse nome lembro do Dinho… Que falta ele faz numa hora dessa.

O Grêmio não pode jogar como um time de freiras. Mas ao mesmo tempo se der uma resposta do mesmo nível do que recebe, se der o troco, terá jogadores expulsos. É importante encontrar o ponto de equilíbrio. Mas admito que não é fácil. Nada disso seria necessário se as arbitragens fossem realmente isentas.

Então, resta ao Grêmio dançar conforme a música. Duro na medida certa, se preferência com uma chegada tipo ‘jogo decisivo na várzea’. E seja o que Deus quiser, ou seja, o homem do apito e os do VAR quiserem, sob a batuta de Leonardo Gaciba – e pensar que um dia eu cheguei a admirá-lo como árbitro e comentarista. Acima dele o velho Noveletto de guerra.

Sobre o jogo em si, acredito na classificação do Grêmio, mas é um acredito misturado com desejo.

BRASILEIRÃO/LIBERTADORES

O técnico Renato Portaluppi decidiu que o time deve sair da temporada pelo menos com a vaga na Libertadores. Por isso, deve mandar a campo um time misto contra o Atlético de Goiás. Não um time reserva, conforme se anuncia e se especula. E faz bem.

Imagine ficar de fora da Libertadores 2021 com o Inter dentro.

FIM DE ANO

Encerro estas mal traçadas linhas agradecendo os votos de boas festas que recebi de alguns parceiros do blog.

Desejo a todos os que frequentam este espaço um ano com muita saúde, serenidade e a mesma bravura e empenho que Kannemann tem na disputa de uma bola.

Bem, vou ficar fora por uns dias (Barra de Ibiraquera), tomando caipiras, cerveja gelada ao ponto e espumantes que não merecem nada além de um copo de plástico. Se der tempo, talvez eu me alimente, e aí será de peixe frito, tainha assada, batata frita, milho verde, etc.

Feliz Ano Novo!

Observação: se der eu escrevo alguma coisa sobre os jogos deste domingo e o de quarta-feira.