Série C: Londrina vence o Remo e garante acesso à Série B; Leão está na final

Série C: Londrina vence o Remo e garante acesso à Série B; Leão está na final

O Londrina está na Série B do Brasileiro! Neste sábado (16), foram realizados os dois jogos da sexta e última rodada do Grupo C, na segunda fase da Série C.

Fora de casa, o Tubarão venceu o Remo por 1 a 0 com gol no fim e garantiu o acesso – apesar do revés, o Leão terminou na liderança e se classificou para a final. No outro jogo do dia, o Ypiranga bateu o Paysandu também por 1 a 0, mas as duas equipes deram adeus à competição. Veja os detalhes dos confrontos:

Remo-PA 0 x 1 Londrina-PR

Em uma partida dramática no Mangueirão, em Belém (PA), o Londrina venceu o Remo por 1 a 0 e assegurou a vaga na próxima edição da Série B. O gol do acesso saiu aos 43 do segundo tempo – Gilberto Alemão anotou contra. Apesar do revés, o Leão ficou com a liderança do Grupo C ao terminar com dez pontos e está na final da Série C. O Tubarão terminou em segundo, com nove.

Mesmo jogando fora de casa, o Londrina foi melhor no primeiro tempo. Aos seis minutos, Ygor teve a primeira chance ao bater forte da entrada da área, mas Vinícius fez grande defesa. Aos 15, Jardel arriscou e mandou ao lado. Depois disso, o Tubarão voltou ao ataque apenas aos 36, em finalização de Rafael Rosa espalmada pelo goleiro. A principal oportunidade aconteceu aos 38, em chute rasteiro de Douglas Santos que passou rente à trave direita. O Remo só chegou com perigo aos 40, quando Lucas Siqueira aproveitou rebote e assustou, mas a bola saiu.

A segunda etapa começou lá e cá – aos cinco minutos, Marcondes desviou na própria meta e quase abriu o placar para o Remo. No lance seguinte, o Londrina finalizou com Adenílson, mas Vinícius salvou o Leão ao defender com o pé. O time paraense foi de novo ao ataque aos oito – Felipe Gedoz cobrou escanteio e Fredson testou no travessão. Os donos da casa tentaram novamente aos 19, mas Dalton pegou cabeceio de Eduardo Ramos no ângulo. Na sequência, o Tubarão tomou as rédeas do jogo e criou mais. Primeiro, Victor Daniel obrigou Vinícius a fazer grande defesa aos 28. Aos 33, Samuel Gomes recebeu entre a zaga e tirou do goleiro, mas mandou rente à trave. E quando parecia que o ritmo dos paranaenses diminuiria, o gol saiu. Aos 43, a bola bateu e rebateu depois de levantamento e Gilberto Alemão, que tentou cortar, acabou fazendo contra, garantindo o acesso dos visitantes.