CEARÁ SUPERA O VILA NOVA NOS PÊNALTIS E GARANTE O TÍTULO DO BRASILEIRO DE ASPIRANTES

CEARÁ SUPERA O VILA NOVA NOS PÊNALTIS E GARANTE O TÍTULO DO BRASILEIRO DE ASPIRANTES


Depois de perder o primeiro jogo por 2 a 0, Vozão fez 3 a 1 no tempo normal e foi perfeito nas penalidades para ficar com o título.

O Ceará é campeão do Brasileiro de Aspirantes 2020! Na tarde deste domingo (31), o Vozão reencontrou o Vila Nova, pelo segundo jogo da final, precisando de dois gols de diferença para levar a decisão para as penalidades. Fazendo valer o mando de campo, em Itaitinga, o Alvinegro cumpriu a missão, venceu por 3 a 1 e garantiu o título ao fazer 4 a 2 na disputa por pênaltis.

O jogo

Precisando da vitória, depois de perder o jogo de ida por 2 a 0, o Ceará foi para cima nos primeiros minutos, mas assustou pouco. A melhor chance do time da casa saiu aos 15 minutos, quando Nailton recebeu na área, soltou o pé, mas viu Cleriston evitar o gol. Do outro lado, o Vila Nova se fechou na defesa e esperou por uma bola, que não veio. Minutos antes do intervalo, os visitantes ensaiaram uma pressão no ataque, mas também não conseguiram criar boas oportunidades de gol. 

Depois das conversas nos vestiários, o Vozão voltou a ter a bola no ataque. E, aos 14, o Tigre passou a jogar com um a menos, após expulsão de Igor. Com a vantagem, o Alvinegro acelerou o ritmo da partida e chegou ao primeiro gol. Na marca dos 21 minutos, Rick recebeu na esquerda, invadiu a área e soltou a bomba para fazer 1 a 0. 

O gol animou ainda mais o time da casa, que precisou de mais seis minutos para ampliar o marcador. Buiu, aos 27, arriscou de fora da área e acertou o cantinho da meta adversária. Mas, aos 34, o Vila Nova descontou com Luizão, após cobrança de escanteio: 2 a 1. O resultado dava o título para equipe goiana, só que, já na marca dos 43 minutos, Saulo Mineiro de pênalti fez o terceiro do Ceará e garantiu a disputa por pênaltis.

Com a bola na marca da cal, o Vozão foi perfeito. Gabriel Lacerda, Alan, Tiaguinho e o goleiro Diogo Silva converteram as cobranças. O arqueiro também brilhou debaixo das traves e defendeu duas penalidades do Colorado. 

CBF.COM.BR