Categorias
Blog do Ilgo

Jair

Não, não é do Jair que vocês pensaram que eu vou escrever. É de um Jair menos conhecido, o Jair Ventura, técnico do Sport Recife, que enfrenta hoje o Inter no Beira-Rio. Antes da viagem ele declarou, confiante, que seu time vai jogar pela vitória.

Bem, metade, ou mais, da torcida gaúcha estará com ele. Imaginem se ele consegue concretizar seu sonho, bater o líder do campeonato?

Desde já prevejo que seu nome irá entrar na lista dos candidatos ao posto de Renato, caso o atual técnico gremista realmente não fique.

E mais: Jair Ventura sabe que pode dar um passo importante para treinar o Grêmio, ambição de nove entre dez treinadores do futebol brasileiro, e mais alguns da Argentina e de Portugal.

Desde que contratou Tarciso, no começo da década de 70, por causa de um jogo contra o América, do Rio, que o Grêmio costuma buscar jogadores que se destacam em seus jogos, contra ou a favor. Tarciso impressionou os dirigentes do tricolor em função principalmente de sua velocidade.

Pensei nisso quando senti a disposição do técnico, filho do grande Jairzinho da Copa de 70, em superar seu adversário. Senti firmeza.

Lembrei do quanto o Grêmio penou para superar o Botafogo, de Ventura, em 2016, o melhor ano do técnico carioca. Ele foi escolhido o treinador destaque daquele ano. Chegou a ter 11 vitórias em 15 jogos.

Não faltou gente para sugerir seu nome ao Grêmio.

Depois, a carreira dele patinou. Prova de que um semestre é muito pouco para concluir qualquer coisa a respeito de um treinador que está começando.

Pois bem, caro Jair Ventura, vença o Inter nesta noite que sua carreira pode decolar de uma vez por todas.

Seja contra o Inter o leão que sempre foi contra o Grêmio.