Categorias
Blog do Ilgo

Zaga sem Geromel é preocupação para a decisão da CB

Encerrei o último artigo (post) convocando os gremistas a rezarem pela volta de Geromel para os confrontos com o Palmeiras. Eu sei que ele não retorna a tempo de formar a melhor dupla de área do Grêmio nos últimos 15 anos na decisão da Copa do Brasil.

A frase foi motivada pela minha preocupação com a qualidade dos eventuais substitutos, candidatos a jogar ao lado de Kannemann, que também sofre com a ausência de Geromel, e vice-versa.

Rodrigues, Paulo Miranda e David Braz. Um deles vai jogar, rezando para que Kannemann não se lesione também. Se isso acontecer, corre-se o risco de que volte a ocorrer o que aconteceu na goleada de 5 a 2 contra o Botafogo.

Braz perdeu em velocidade para Rafael Navarro, atacante do Botafogo, resultando no primeiro gol carioca. O jogo já estava 3 a 0, mas o preocupante é a falta de velocidade do zagueiro gremista. Depois, no gol de cabeça de Babi, Paulo Miranda estava mal colocado.

O fato é que nenhum dos três é confiável. Eu ainda apostaria em Rodrigues depois do que aconteceu neste jogo. Ao menos tem velocidade.

Agora, será preciso que Renato ajuste e reforce seu sistema defensivo, não necessariamente mudando nomes, mas melhorando o posicionamento e talvez deixando de propor o jogo, o que deixa o time mais vulnerável.

Se o jogo serviu para aumentar a preocupação com a defesa, foi importante também para a afirmação de Matheus Henrique como um volante que sai de trás e entra na área, que pisa na área, conforme cobra Renato de seus meio-campistas. Até Lucas Silva tem se atrevido.

Está certo que o adversário é fraco. Mas contra o Coritiba, que também vai ser rebaixado, o Grêmio ficou no empate. Então, alguma coisa mudou, evoluiu. Espero que a boa atuação do time, em especial do de MH e Jean Pyerre, não tenha sido um fato isolado.

Outra coisa que me deixou mais otimista foi o primeiro gol do time. O ‘quadrilátero mágico’ brilhou. A jogada começou com ele, o Maestro Maicon, que tocou para MH, que acionou JP, que serviu de bandeja a bola para Alisson entrar entre os zagueiros e desviar do goleiro.

Esse lance é coisa que não se vê em outros times do campeonato. É marca registrada do time de Renato, resquício do futebol que o time jogava (encantava) em 2016, 2017 e parte de 2018. Sempre sonho com a volta desse futebol, mesmo sabendo que é quase impossível.

CLAUDINHO

O goleador do Brasileiro revelou no Bem Amigos que tem proposta do Grêmio. Aos 24 anos, Claudinho vive seu melhor momento, atuando como articulador que marca e chega fácil à área para concluir. Seria um baita reforço.

Claudinho é um pedido de Renato, que inclusive conversou com o jogador no jogo contra o Bragantino na Arena.

Essa preocupação em reforçar o time para a próxima temporada, que começa em seguida, seria um indício de que Renato vai continuar no Grêmio?

PALMEIRAS

Vejo muita gente especulando sobre como o Palmeiras jogará as finais contra o GRêmio. Se vai jogar abatido pela eliminação diante do mediano time do Tigres e/ou cansado pela viagem desgastante. Qual será a motivação depois do desastre, coisa que abate qualquer um, que o digam os colorados que passaram por isso contra o Mazembe.

Na minha opinião, o Palmeiras vai jogar a mil. A premiação é um estimulante insuperável. São 54 milhões ao campeão. Boa parte ficará com os jogadores. Querem melhor motivação do que essa?