Categorias
Blog do Ilgo

O VAR 'descalibrado' e a nova frustração com o GRêmio

Minha curiosidade a respeito do VAR é se essa história de equipamento “descalibrado” só acontece em jogos do Inter e, principalmente, em gols e lances que poderiam ser anulados no caso.

O gol de Rodrigo Dourado foi ratificado pelo juiz de campo, que ficou sem pai nem mãe, sem condições de dirimir qualquer dúvida. A meu ver, Dourado estava adiantado quando cabeceou e fez o gol que abriu o placar.

É um lance difícil, por isso a necessidade de ter um VAR funcionando a pleno, como estabelece o regulamento. O Vasco anunciou que vai pedir anulação do jogo. Claro que não consegue. Mas, para o futebol brasileiro, seria bom anular o jogo.

Até por que não é a primeira vez que a ausência ou defeito no equipamento favorece o Inter.

Por isso, gostaria de saber se há registro de fatos similares no Brasileiro. Ou isso ocorre apenas nos jogos do Inter, e a favor do Inter.

MAIS UMA DECEPÇÃO

Escrevi dias atrás que o Grêmio disputaria no máximo uma vaga indireta na Libertadores/2021. Argumentei que mesmo que vencesse seus dois primeiros jogos (SP e Atlético PR), dificilmente venceria o Bragantino a três dias do primeiro confronto com o Palmeiras.

Bem, a realidade mostrou que sou muito ruim de projeção. O Grêmio já no primeiro jogo, neste domingo, contra o SP, foi batido por 2 a 1 e escapou de levar pelo menos mais um gol, ou dois.

Vergonha. Perder para o SP em casa é insuportável. E jogando uma bolinha assustadora.

Ainda bem que o Pinares me vingou ao entrar com tudo no lateral Reinaldo, que segundos antes havia entrado criminosamente em Luiz Fernando. Pinares foi à forra. Acabou expulso, mas saiu de campo aplaudido por uma torcida imaginária que lotava a Arena.

Está faltando esse espírito à maioria dos jogadores.

E, pior, o técnico Renato, líder do grupo, entra no gramado depois do jogo para rir ao lado de jogadores que bateram sem a penalização devida pelo juiz, um fraco.

Não é a primeira vez que Renato sai pra confraternizar com o adversário que minutos antes havia vencido o time dele, o nosso time.

Tudo isso seria suportável se o time conseguisse mais equilíbrio entre defesa, ataque e meio-campo, fosse mais competitivo e aguerrido.

Nem vou comentar a atuação dos jogadores.

Bem, o Grêmio agora praticamente cumpre tabela. Vai perder/empatar com o Atlético PR e depois garantir um empate heróico contra o Bragantino.

Em resumo: estamos pela Copa do Brasil.

Sem Geromel. Só com meia zaga.