Você sabe como o futebol chegou no Brasil? Conheça a história

A história de como o futebol chegou no Brasil se confunde com um momento em que o País passava por transformações, com a chegada de imigrantes vindos de alguns países da Europa.

O futebol é hoje o esporte mais popular do mundo, e tem como o local oficial de fundação o continente europeu. No entanto, muitos dizem que modalidades semelhantes já eram disputadas há, pelo menos, 2.500 anos.

No Século XIX, jogos sem regras estabelecidas em que os jogadores tinham que chegar ao gol adversário conduzindo a bola com os pés se popularizaram na Europa. Como era uma prática muito violenta, chegou a ser proibida pelo Rei Eduardo II.

Até que em 1830 foram escritas as primeiras regras do futebol, que incluiam, inclusive, a direção dos gols para onde a bola deveria ser conduzida e o número de jogadores de cada equipe. Com a regulamentação, veio a criação de um código que prevenia as escolas de criarem regras diferentes para os seus jogos.

Em 1863, os ingleses criaram a Football Association, e a partir daí começaram a ser elaborados campeonatos e partidas oficiais, com regras universais. Neste momento, começa a expansão do futebol para fora dos colégios, criando uma popularidade nos centros urbanos e junto à classe trabalhadora.

Afinal, como o futebol chegou no Brasil?

Durante o Século XIX também, houve uma imigração de europeus de vários países para o Brasil, incluindo italianos, alemães e ingleses. Estes últimos, faziam parte da elite financeira do País, e tem papel fundamental na chegada do esporte mais popular desta terra.

No entanto, existem controvérsias de como o futebol chegou no Brasil. De acordo com registros antigos, a primeira vez que se foi documentada a prática do esporte no País foi em 1875, na cidade de Curitiba, capital do Paraná.

A versão mais aceita, porém, afirma que foi Charles William Miller, paulista, mas filho de ingleses, quem trouxe a primeira bola de futebol para o País, e também a segunda, já que vinha com duas em sua mala.

Em entrevista à revista O Cruzeiro, em 1952, o “inventor” do futebol no Brasil afirma que quando chegou, como não sabiam do que se tratavam, perguntaram como era jogado o futebol.

Ele então pediu um ar para encher e mostrar. Em 1985, uma partida entre funcionários da São Paulo Gaz Company e da São Paulo Railway Company, com vitória por 4 a 2 para os últimos, marcou a primeira partida oficial do esporte no País.

Outras versões afirmam que desde 1874 já se conhecia o futebol no Brasil, tendo inclusive uma partida de exibição entre marinheiros do navio Criméia para à Princesa Isabel.

Sem a precisão de como o futebol chegou no Brasil, a imprensa especializada tomou Charles Miller como o fundador do esporte no País. Até hoje, essa é a versão difundida e aceita por todos que cobrem e discutem o futebol.

Após a sua morte, em 1953, Charles Miller foi homenageado, se tornando o nome da praça que ficam em frente ao Estádio do Pacaembu, pertencente À prefeitura de São Paulo.

127 anos depois, o futebol é, definitivamente, uma paixão nacional. O esporte de maior popularidade não só no País, como também no mundo. Mesmo não sendo os fundadores, somos considerados o país do esporte.

Revelamos craques e acumulamos conquistas durante essa breve história. O Brasil é o maior campeão de Mundiais, e colocou no mundo figuras como Romário, Ronaldinho, Ronaldo, Zico, Neymar, Leônidas da Silva, Marta, Cristiane, Rivellino, Rivaldo e o maior de todos os tempos, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.

Não sabemos com exatidão como o futebol chegou no Brasil, historicamente falando, mas sabemos da importância que Charles Miller teve para esta difusão. Além disso, sabemos onde o futebol chegou no País e como nos alegra em nossos dias.