Renato exalta retrospecto em Gre-Nais: “Nos últimos três anos, perdemos apenas um”

Tricolor chegou à sétima vitória nos últimos treze clássicos

Em janeiro, Renato Portaluppi perdeu a chance alcançar Dino Sani, ex-técnico do Internacional, como o treinador com a maior sequência de Gre-Nais invictos. O Tricolor foi derrotado naquela ocasião pelo Campeonato Brasileiro, o primeiro revés em três anos.

Na noite deste sábado, no entanto, as coisas voltaram ao normal no Rio Grande do Sul. Mesmo com menos posse de bola, o Imortal mostrou maior efetividade na hora de atacar, e decidiu o clássico com um golaço de Léo Chú aos 42 minutos do segundo tempo, colocando um balde de água fria nas comemorações de aniversário do rival e de quebra roubando a liderança do Gauchão.

Após o fim da partida, Renato exaltou o retrospecto recente dos gremistas em clássicos. Com apenas uma derrota em treze jogos, o treinador falou sobre a utilização dos jogadores da base para decidir o confronto e ainda cutucou os rivais.

— Nos últimos três anos, perdemos apenas um, e todo mundo viu como foi. Se vocês forem perceber, essa foi a segunda vez que eu tive a minha base de time para jogar. Temos aproveitado muitos garotos da base, e eles têm correspondido. A cada jogo, você vai observando para poder colocar em campo o que temos de melhor. O Gre-Nal não foi tecnicamente muito bom, mas o Grêmio ganhou e assumiu a liderança do Estadual — afirmou.

Agora, Renato e o elenco do Grêmio terão grandes desafios pela frente, à começar na próxima quarta-feira (7), quando a equipe enfrenta o Independiente del Valle, no Estádio Casablanca, em Quito, no Equador, pelo primeiro jogo da terceira fase da Libertadores da América.

Clique aqui e receba as nossas notícias pelo WhatsApp

Botão Voltar ao topo