Categorias
Blog do Ilgo

Ferreira comanda a equipe na vitória sobre o Lanús

Nem nos meus sonhos mais delirantes eu imaginei que o Grêmio conseguiria revelar tão cedo um atacante tão decisivo quanto Éverton, o Cebolinha, que acabou de perder o campeonato português com o Benfica do festejado Jorge Jesus.

Nesta noite, na Arena, na vitória de 3 a 1 sobre o Lanus, ele fez dois gols e deu assistência para outro, o de Matheus Henrique, e já é o jogador mais importante do time. Já é, também, o melhor jogador da Sul-Americana.

Com a vitória, a quarta em quatro jogos, o Grêmio praticamente confirma sua classificação às oitavas. E o técnico Tiago Nunes vai sinalizando que a direção gremista acertou em cheio ao apostar em seu nome.

Ferreira, 23 anos, conseguiu em menos de um ano, depois de passar pelo Departamento de Lapidação, até pouco tempo comandado por Renato Portaluppi, mostrar que já está do tamanho de Éverton. E se encaminha para superá-lo.

Eu, que sugeri aqui neste espaço que Tite convocasse Éverton para a Copa do Mundo (ele optou por Taison, vejam só), como elemento surpresa na mesmice da seleção brasileira, sinto-me à vontade para indicar o nome de Ferreira para disputar a Copa América pelo Brasil.

Penso que Tite aprendeu a lição e irá convocar o jovem atacante tricolor, que revelou recentemente que se espelha em Cristiano Ronaldo, um exemplo de qualidade e dedicação profissional. Se for mesmo assim, não há limites para o crescimento de Ferreira.

Sobre o jogo desta noite, a lamentar a lesão de Thiago Santos, que saiu de campo mais cedo. Dificilmente irá enfrentar o Inter, domingo.

O time está bem ajustado, mas permanece a preocupação com a bola aérea, que entra muito fácil nas cobranças de escanteio e faltas próximas da área.

A bola aérea é o principal recurso dos times inferiores para superarem os melhores.