Categorias
Blog do Ilgo

Depois da goleada, foco agora é só no Brasileirão

O Grêmio foi eliminado da Copa do Brasil 2021 ao ser goleado pelo Flamengo por 4 a 0 na Arena, levando os quatro gols no segundo tempo, quando teve um jogador a mais durante os 45 minutos. Ah, o Flamengo é o mesmo que caiu de quatro diante do Inter pelo Brasileirão.

Em síntese, foi isso que aconteceu nesta noite de 25 deste mês de agosto que não acaba nunca, e que agora nos ‘brinda’ com uma chuva intensa e constante.

A rigor, o Grêmio ainda pode classificar-se à fase semifinal, mas se jogando metade da partida com um jogador a menos, e levou quatro, as chances de devolver o placar são zero.

Espero que Felipão e a direção limitem-se à árdua missão de tirar o clube da zona de rebaixamento o quanto antes. Este é o principal objetivo a partir desse balde de água fria jogado sobre todos os gremistas.

No duelo Portaluppi x Scolari, ganhou o ‘entregador de camiseta’, que aproveitou o intervalo para dar nova cara ao seu time, marcando um gol logo nos primeiros minutos do segundo tempo, depois de uma forte pressão inicial.

Uma pressão que se esperava do Grêmio. Mas Felipão manteve sua estratégia de primeiro garantir o empate e depois buscar um golzinho, quando o mais lógico seria iniciar avassalador no segundo tempo.

Que se posicionou assim foi o Flamengo de Renato Postaluppi, como era previsto. Renato nunca jogou esperando o adversário, sempre foi propositivo, e até chamado por alguns de ‘técnico faceiro’. Pois é.

Teria muito o que falar sobre o jogo, mas o principal mesmo foi o nó que Renato deu no Felipão.

Tem mais um aspecto que está passando livre nas redes sociais. Vanderson precisa tomar maracujina. Está muito nervosinho o guri. Ele participou de dois entreveros como protagonista, e acabou expulso no final.

Sobre o estreante Campaz, a mim ficou claro que se trata de um jogador diferenciado. Entrosado e adaptado, vai ser muito útil na briga contra o rebaixamento. O mesmo vale para Villasanti.

Por fim, o que me deixou muito irritado foi ver Diego Souza entrando na metade do segundo para jogar como meia, buscando o jogo, deixando a área para Borja.

Não, Felipão. Não. Diego Souza só pode jogar no espaço de um quitinete, ou no máximo um apartamento de dois quartos. Ele não é mais guri para jogar numa área maior. Hoje, ele é um matador, frio e cruel, mas ali no espaço dele.

Felipão parece não saber disso.

Que ano, que ano…